Diego Maryo Portal

Category Archives: Tokusatsu

Power Rangers | Comentários (com spoilers) do novo filme!

O novo filme dos Power Rangers estreou nos cinemas do Brasil ontem, dia 24 de março. Com trailers que mostravam a renovação da série americana dos anos 90, baseada no tokusatsu “Kyouryu Sentai Zyuranger” (Japão) da Toei Company, o filme surpreendeu e com certeza agradou aos fãs e a aqueles não tão fãs do gênero Super Sentai.

Com a história reconstruída, mas em moldes atuais, Power Rangers alcançou o equilíbrio entre nostalgia e inovação. Muitas das explicações propostas pelo filme encaixaram perfeitamente e fizeram mais sentido como no caso de Rita Repulsa (Bandora, no original japonês) ter sido no passado a Ranger Verde, que traiu seus companheiros, incluindo Zordon, o Ranger Vermelho, na Era dos Dinossauros.

 

Os protagonistas são estudantes da Alameda dos Anjos, mas diferente da série americana dos anos 90, são problemáticos como qualquer adolescente normal. Seus nomes foram mantidos, mas a etnia foi trocada. Eles ganharam mais profundidade, mesclando humor e drama na medida certa. O grande destaque é para RJ Cyler (Ranger Azul) que rouba a cena e protagoniza os momentos mais engraçados e dramáticos do filme.

Zordon neste filme não é o mestre absoluto do centro de comando que sempre está certo e não deve ser questionado, ele demonstra decepção e chega a duvidar que os adolescentes serão capazes de salvar a humanidade. Chega a ser considerado mentiroso por não revelar que ele precisa que os Rangers morfem para poder ressuscitar na era atual para combater Rita. Porém, ele prova que merece respeito e tem boas intenções quando tem a chance de ressuscitar mas traz à vida o Ranger Azul, que havia sido morto por Rita.

Alpha continua com seu tradicional, mas menos chato, “Ai Ai Ai”. Ele é muito mais ágil e forte que sua versão dos anos 90, ajudando no treinamento dos Rangers.

Goldar ganha uma importância maior, sendo o único grande monstro a ser combatido pelos Rangers que se funde à Rita Repulsa para lutar contra o Megazord. Os zords ficaram excelentes e com um visual moderno, sem perder suas origens, mantendo a ideia de funcionar com a união dos Rangers.

A famosa e clássica música “Go Go Power Rangers” esteve presente no momento dos Rangers atacarem Goldar e Rita com seus Zords.

Power Rangers: O Filme, 1995

A grande surpresa foi a aparição rápida de Jason David Frank (Ranger Verde original) e Amy Jo Johnson (Ranger Rosa original) da série dos anos 90.

No final do filme, mostra que o novo aluno na detenção se chama: Tommy! Indicando que a moeda Verde que era de Rita Repulsa será do novo adolescente que ainda não apareceu.

Em resumo, o filme me agradou muito mais do que o esperado e se reinventou de maneira coerente e pertinente, podendo agradar à grande maioria dos fãs e não-fãs, por ser um filme que buscou a realidade possível em uma história de super heróis coloridos, com personagens bem humanos.

Site oficial: http://www.powerrangers.movie/

Live actions clássicos invadem a TV brasileira em canais UHF!

Canais desconhecidos pela maioria da população, chamou a atenção de fãs de anime e live actions por exibições inusitadas de séries clássicas

A Rede Brasil de Televisão, que no ano passado exibiu Os Cavaleiros do Zodíaco (inclusive o filme Prólogo do Céu), está exibindo de segunda a sábado um dos mais famosos Super Sentais: Flashman (exibido no Japão de 1 de março de 1986 a 21 de fevereiro de 1987)! Comando Estelar Flashman foi exibido no Brasil a partir de 1988 na Rede Manchete. A série tem ao todo 50 episódios e mais 2 filmes. Sucedeu Changeman (relançado no Brasil pela Focus Filmes recentemente) e foi foi sucedido por Maskman no Japão.

Comenta-se que a exibição de Os Cavaleiros do Zodíaco na Rede Brasil seja de forma ilegal. Confira a  matéria extraída do site CavZodiaco.com.br:

“O filme Prólogo do Céu será exibido em uma emissora de TV Aberta no Dia das Crianças, dia 12 de Outubro de 2009, as 17h. Agora muita calma!!! Antes que todos pensem que será em uma emissora de grande abrangência, como a GLOBO, o SBT, Record, RedeTV e BAND, temos que avisar: será na desconhecida Rede Brasil (canal UHF, que pega praticamente no Brasil todo).

A Polêmica envolvendo as transmissões da Rede Brasil e de outras emissoras de TV Aberta
Há algum tempo temos recebido vários e-Mails de fãs avisando sobre transmissões diárias dos episódios dos Cavaleiros do Zodíaco (inclusive os da Saga de Hades, inéditos na TV Aberta) em algumas emissoras pequenas espalhadas pelo Brasil todo. O grande detalhe é que estas transmissões ocorrem de
forma ilegal, já que as emissoras utilizam os DVDs da PlayArtesem autorização (recebemos até alguns relatos inusitados de fãs, dizendo que já chegaram ver até os menus dos DVDs, provavelmente por algum descuido das emissoras). Nós já entramos em contato com estas emissoras e as respostas que sempre recebemos são: nós temos autorização para exibição dos episódios (coisa que sabemos que não tem, já que no momento nenhuma emissora de TV Aberta ou Fechada possui contrato para exibição dos Cavaleiros do Zodíaco) ou acabam se baseando em algum artigo da lei que diz que eles podem fazer estas exibições sem comprar os direitos(o que não existe). Vale ressaltar que não é só os episódios dos Cavaleiros do Zodíaco que estas emissoras exibem de forma ilegal: vários outros seriados,desenhos e filmes também entram na jogada. Alguns estúdios já entraram na justiça e notificaram estas emissoras (exemplo da FOX, que pediu a retirada de suas séries do ar). A própria PlayArte nos avisou há algum tempo atrás que o seu departamento jurídico estava trabalhando no caso. Porém é um caso difícil e estas emissoras só deixaram de praticar esta pirataria caso sofram alguma punição grave. Dificilmente sairão do ar tão cedo!

Além da Rede Brasil, que exibe diariamente os episódios, por volta das 9h da manhã, existem outras emissoras praticando o mesmo ato: Ulbra TV (por volta das 12h) e a TV Diário (diariamente por volta das 9h da manhã).

Obviamente os fãs não tem culpa destas emissoras estarem realizando estas transmissões ilegais (afinal, são canais de TV Aberta e não de TV paga, portanto, eles não estão pagando pela pirataria). Fica aqui o registro para quem quiser acompanhar a série nestes canais. Para maiores informações (como sintonizar, abrangência, canais etc), sugerimos que visitem os sites das emissoras nos links abaixo:

Rede Brasil (www.rbtv.com.br)
TV Diário (verdesmares.globo.com/tvdiario)
Ulbra TV (www.ulbratv.com.br)

A Rede Brasil está sendo processada por pirataria, segundo o site ANMTV, confira a matéria:

“A Rede Brasil de Televisão, emissora UHF com sede em São Paulo, também chamada de RBTV, que ficou conhecida pela exibição de Cavaleiros do Zodíaco e Simpsons, está sendo processada por estúdios de cinema americanos por transmitir conteúdos produzidos pelos mesmos, sem nenhuma autorização. Um dos estúdios (FOX) já entrou com ação na justiça para exigir que o conteúdo de seu acervo fosse retirado do ar.
A emissora pode ser captada via UHF em vários estados, além de São Paulo, e na internet, mas que, apesar de pequena, chamou atenção do público pela exibição de diversos seriados e desenhos clássicos em sua grade (lançados em DVD), que foram e são exibidos em canais abertos a muitos anos. Bons exemplos são os seriados Arquivo X (FOX), Rebelde (Cris Morena Group – Televisa), Bob Esponja (Nick – Viacom), e tantos outros desenhos pertencentes a Warner, detentora de um grande catálogo.
O problema é que o canal não possui nenhuma autorização legal dos reais donos, responsáveis pela distribuição em território nacional, para exibir tais programas. Tal fato impulsionou a MPA (Motion Pictures Association) a pedir explicações da emissora brasileira sobre estas exibições, com o argumento de que nenhum estúdio possui acordos com a RBTV, a não ser com os já existentes dos canais abertos (Globo, SBT, etc), e que eles sim são os únicos que podem exibir seu conteúdo no país.
A emissora alega que fez todos os trâmites legais com a E+ Entretenimento, uma empresa de distribuição que diz comprar os direitos de uma empresa das Ilhas Virgens, paraíso fiscal. Mas a polêmica sobre direitos de exibição envolvendo canais menores não se limita apenas a Rede Brasil. A Ulbra TV, do Rio Grande do Sul, é um outro exemplo, e para completar, chega a TV Diário (de Fortaleza), que exibirá Cavaleiros do Zodíaco em breve. Onde isso vai parar? Aguardem os próximos capítulos, pois a briga promete render na justiça. Com informações da Coluna do Daniel Castro.”

Além da Rede Brasil, a rede NGT – Nova Geração de Televisão (26 UHF no RJ, 48 UHF em SP) também está exibindo clássicos:
  • Neon Genesis Evangelion (NGE) – série que marcou o segmento de animação japonesa (anime) nos anos 90. O enredo é considerado um dos mais complexos já criados para uma animação. A série enfoca temas diferentes que vão sendo abordados com o desenrolar da trama, começando com um clima mais leve e descontraído que vai se tornando mais e mais denso conforme a trama avança e os mistérios e acontecimentos da história a transformam, em seus episódios finais, em uma aventura psicológica a respeito das relações entre os seres humanos.
  • Yu-Gi-Oh! – Produzido pela Toei Animation, é um anime de 27 episódios baseado nos volumes de 1 a 7 do mangá original Yu-Gi-Oh! , que não foca muito no Magic & Wizards. Não está conectado com Yu-Gi-Oh! Duel Monsters (cujo character designer é Shingo Araki, o mesmo de Saint Seiya e Lady Oscar), mas é referido frequentemente como a “primeira série” para distinguir da série seguinte. A Primeira fase retrata mais o lado sofrido de Yugi, onde não tem amigos e leva uma vida bastante monótona e sólitaria até encontrar e concluir o Enigma do Millennnio (Seenem Puzzle). Exibido pela primeira vez pela TV Asahi no dia 4 de Abril de 1998. A série foi exibida pela Rede Globo e Cartoon Network no Brasil.
  • Machineman – foi uma série do gênero tokusatsu exibida no Japão entre fevereiro e novembro de 1984 pela NTV(Nippon TV). Contava as aventuras de Nikku, estudante universitário vindo do planeta Ivy, do aglomerado estelar das Plêiades para estudar o comportamento dos seres humanos habitantes da Terra. Criada por Shotaro Ishinomori (que se inspirou no super-herói norte-americano Super-Homem). Shorato é também o criador do fenômeno Kamen Rider! Machineman possui 36 episódios ao todo e foi exibida no Brasil pela Bandeirantes e Rede Record.
  • Kamen Rider, O Cavaleiro DragãoKamen Rider: Dragon Knight, título original, é uma adaptação americana de Kamen Rider Ryuki, produzida no Japão. Foi ao ar pela primeira vez nos Estados Unidos da América, dia 13 de dezembro de 2008, num Sneak Peak, no canal The CW, quadro4Kids e estreou oficialmente por lá em 3 de janeiro de 2009 no mesmo canal e no mesmo bloco. No Brasil, a série estreou no dia 29 de junho de 2009, na Rede Globo, quadro TV Globinho, considerada por milhões a ser a melhor série já exibida no programa. Também é exibida pelos canais do Cartoon Network no mundo inteiro. Em Portugal, a série estreou no dia 26 de novembro de 2009 no canal RTP1. Em todos os canais exibidos, teve ótimos índices de audiências, gerando um extraordinário resultado.

A Rede NGT também faz suas exibições de maneira “suspeita” como a Rede Brasil, segundo o blog CX anime:

“Depois de uma polêmica generalizada sobre atrações sendo exibidas ”suspeitávelmente”, a Rede NGT não volta atrás, e continua a investir(?) na sua programação. Depois de exibir os animês Yu-Gi-Oh! e Evangelion (ambos exibidos ilegalmente), a emissora agora toma coragem e passará a exibir Kamen Rider – O Cavaleiro Dragão, que passou recentemente na TV aberta pela Rede Globo, e terá sua volta em 2010. Atualmente está sendo exibida na TV paga, via Cartoon Network.

A Rede NGT é um canal com sede em São Paulo, e tem uma programação um tanto, ”suspeita”, mas a mesma alega ter contrato com a empresa “E+ Entretenimento”, mesma empresa que também “fornece” produtos à Rede Brasil.”

No ano passado, a rede NGT exibiu Yu Yu Hakusho com a mesma polêmica, extraído do site ANMTV:

“Yu Yu Hakushô está de volta à TV brasileira com exibições às quartas e quintas, 22h30 pelo canal NGT (não confunda com GNT, da Globosat). O canal (UHF 26 no Rio de Janeiro e 48 em São Paulo) exibe o anime sem nenhuma censura, similar à versão dos DVDs lançados desde 2005 pela PlayArte.
A maneira como o anime está sendo exibido é bastante curiosa, já que os direitos de exibição para TV Aberta pertencem à Band (Rede 21, Play TV) e nenhuma emissora está autorizada a exibir o mesmo. Tudo indica que o anime foi extraído dos DVDs, já que não há outra forma (?) do canal ter adquirido o material. Ao entrar em contato com sua assessoria de imprensa, o ANMTV não obteve nenhuma informação válida sobre a exibição.
Algumas semanas atrás a informação sobre a exibição de Yu Yu Hakushô na NGT já circulava entre os fãs pelo orkut e por diversos fóruns de anime. A notícia foi divulgada pelo site Dotaku. Para aqueles que não conseguem captar o sinal da NGT via antena, ele está disponível nos pacotes básicos da NET Digital, válidos para os assinantes do Rio de Janeiro e São Paulo.
Outros canais ditos comunitários, como Ulbra TV e a Rede Brasil, também exibem séries e animes de forma duvidosa, a exemplo de Chaves, Os Simpsons e Cavaleiros do Zodíaco, todos eles extraídos de DVDs, que são facilmente encontrados nas lojas. Como esses canais são regionais e não têm fins lucrativos (em seus sites existe área comercial) e com um número de público insignificante, ninguém se mexe para proibir.”